Mitos na Suplementação com Creatina

24/01/2014
Mitos Creatina

Conheça nesse artigo alguns dos mitos mais comuns a respeito da Creatina e as nossas explicações sobre os motivos pelos quais essas afirmações são completamente erradas. Continue lendo para conhecer o artigo completo.

Mitos da Creatina

A Creatina é um aminoácido de ocorrência natural e utilizado como forma de suplemento por milhares de atletas de várias modalidades, incluindo musculação, ao redor do mundo. Todos os atletas que procuram aumentar a força, potência, massa muscular e desempenho físico explosivo podem se beneficiar com o uso da Creatina.

Mesmo assim, a Creatina ainda é rodeada de mistério, dúvidas e principalmente informações erradas. Muito disso se deve a irresponsabilidade da mídia mal informada. Mas calma, vamos esclarecer agora alguns desses mitos.

A Creatina só serve para Praticantes de Musculação

Mito. Atletas praticantes de esportes como futebol, basquete, artes marciais, e outros tipos de atividades já foram estudados e em todas as pesquisas o resultado foi a redução da fadiga durante o exercício intenso com o uso de Creatina. Até mesmo atletas de “resistência” (por exemplo os corredores) podem se beneficiar da suplementação com Creatina pois esse suplemento ajuda os músculos a armazenarem mais glicogênio, que é uma fonte de energia direta para o desempenho físico.

Creatina causa câimbras, dores, pontadas, danos aos rins e desidratação.

Mito! Nenhum estudo (veja bem, NENHUM) apontou qualquer tipo de efeito negativo da Creatina até hoje. Inclusive um estudo em especial relatou uma diminuição nas câimbras e desidratação (ou nenhuma alteração) em jogadores de futebol americano que usaram a Creatina, em comparação a aqueles que não a utilizaram.

Creatina só serve para os músculos

Mito. É fácil entender: a creatina é encontrada principalmente nas carnes, então se você não come bastante carne, você vai ter níveis de creatina menores que o recomendado para pessoas “comuns” nos seus músculos e no cérebro. De acordo com um estudo realizado na Austrália, vegetarianos receberam 5g de Creatina por dia, durante 6 semanas e perceberam diferenças notáveis no rendimento durante o trabalho e inteligência de maneira geral após essa “deficiência” ter sido corrigida. Vegetarianos fiquem tranquilos pois o suplemento de Creatina não é de origem animal. Além disso, alguns estudos (poucos até o momento) sugerem que a Creatina pode melhorar até mesmo o humor em pessoas que dormem pouco.

A segurança da Creatina Monohidratada ainda não foi estudada a longo-prazo

Mito. Desde 1992, centenas de estudos foram publicados demonstrando a segurança da Creatina Monohidratada. Ou seja, mais de 20 anos de estudos e a Creatina ainda continua sendo um dos suplementos mais populares justamente devido a sua segurança.
Minha marca favorita de Creatina é a Creatina Universal  (clique para conhecer) por ser uma marca que está no mercado há muito tempo, e continua sendo muito popular. Os efeitos são excelentes e já percebidos logo nas primeiras semanas de uso. Porém outras marcas são muito boas também como a Creatina da IntegralMedica (clique) e a Creatina Micronizada da Dymatize que tem se destacado bastante (usei e gostei muito).

Mais Lidas do Mês:

noticia relacionada 1noticia relacionada 2

Comentários

2 thoughts on “Mitos na Suplementação com Creatina

  1. paulino

    é verdade que precisa beber pelo menos 3 litros de agua por dia se começar a tomar creatina???

    Reply
    1. paulino

      preciso de uma resposta rapido pq qero comprar uma

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *